No início da metarteríola temos o esfíncter pré-capilar, cuja contração fecha a entrada de sangue nos capilares. Na porção inicial da vênula temos o esfíncter pós-capilar, cuja contração impede a saída do sangue dos capilares. O esfíncter pré-capilar desempenha um papel fundamental na regulação do fluxo de sangue para os tecidos através dos capilares. O trajeto do sangue na microcirculação vai depender das necessidades dos tecidos, se há ou não isquemia. A constrição do esfíncter pré-capilar força a passagem do sangue da arteríola para a vênula, sem atravessar os capilares. Quando a oferta de oxigênio aos tecidos é diminuída, como acontece num estado de grande perda de sangue, há abertura de um grande número de esfíncteres para irrigar um maior número de conjuntos de capilares, com o objetivo de corrigir fisiologicamente o estado de isquemia tecidual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.