Sim. A eritropoietina foi introduzida nos EUA em 1989 para tratar a anemia do paciente portador de doença renal crônica e em 1993 para tratar a anemia induzida pela quimioterapia. Uma pesquisa recente, respondeu um importante questionamento de um possível efeito trombótico durante o uso da eritropoietina em pacientes com câncer. O estudo demonstrou que este efeito ainda é menor que o provocado pela transfusão de sangue doado (alogênico).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.