Hematócrito na microcirculação 12 a 15%
Hematócrito na macrocirculação 36 a 45%
O conhecimento desta condição fisiológica, explica porque o corpo humano tolera quadros de anemia crítica, ou seja, tolera níveis extremamente baixo de hemoglobina. Diante de uma grande hemorragia, com enorme perda de sangue, resultando em um hematócrito de 20% na MACROCIRCULAÇÃO, teremos pouca ou quase nada de alteração no hematócrito na MICROCIRCULAÇÃO. Ou seja, numa anemia normovolêmica aguda, a oxigenação tecidual fica muito pouco reduzida. Isto explica por que várias pesquisas vem demonstrando cada vez mais uma conduta restritiva para transfusão de sangue alogênico (doado).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.