Como evitar outro 7 a 1 durante as Olimpíadas

por Fabiano de Abreu – 15 de junho de 2016 às 15:28

País ainda tem tempo de se preparar para evitar grandes crises

“Um aspecto a ser considerado é o nível de hemocomponentes em estoque nos bancos de sangue brasileiros. Caso várias pessoas necessitem de transfusão, não haverá sangue suficiente para todos”, alerta o cardiologista Antônio Alceu dos Santos, criador do Bloodless, projeto que discute alternativas às transfusões de sangue. Ele ressalta a importância de disseminar técnicas que possam ser mais eficazes para tratar pacientes, sem precisar de transfusões.

O site Bloodless, desenvolvido por uma equipe de médicos de Minas Gerais e São Paulo, reúne material científico completo com estudos e evidências sobre alternativas e opções as transfusões de sangue, que além de resolver o problema da escassez de sangue nos hemocentros, é também mais saudável para os pacientes.

 

http://blogs.lance.com.br/sua-saude/como-evitar-outro-7-1-durante-as-olimpiadas/

Protocolo

Tratamento de Anemia e Diretrizes para Terapia com Eritropoietina

Protocolo baseado em evidências científicas para o tratamento não transfusional de anemia mediante o uso apropriado de ferro e eritropoietina.

Protocolo

Manejo de Sangramento

Sem transfusão de sangue alogenico

Protocolo baseado em evidências científicas contendo um GUIA FARMACÊUTICO completo com os principais hemostáticos sistêmicos e tópicos para o manejo de sangramento.

Bem vindo ao Bloodless

FUNDAMENTO:

As transfusões de sangue são, na atualidade, um dos procedimentos médicos mais realizados no mundo. No entanto, a literatura médica evidencia uma relação entre o uso de sangue alogênico (doado) e maiores complicações, incluindo, maior mortalidade. Mundialmente, observa-se uma deficiência no conhecimento médico sobre a prática transfusional.


OBJETIVO:

1. Mudar a prática transfusional atual, mediante a aplicação de PROTOCOLOS cientificamente seguros e eficazes para o TRATAMENTO DE ANEMIA e MANEJO DE SANGRAMENTO sem o uso de sangue alogênico, baseado nas evidências científicas de uma medicina moderna.

2. Ajudar os Bancos de Sangue a ECONOMIZAR seus principais HEMOCOMPONENTES (glóbulos vermelhos, plasma e plaquetas).